domingo, 14 de janeiro de 2018

Energia solar – Duvidas & Respostas!



Energia solar – Duvidas & Respostas!

                     Sistemas de energia solar off-grid (com auxílio de baterias)

Onde pode ser instalado um gerador solar ?

Pode-se usar geradores solares para suprir eletricidade para praticamente qualquer carga em qualquer região do Brasil, mas eles se tornam viáveis economicamente apenas para pequenas cargas.
Por isso eles são mais usados em residências rurais distantes das redes elétricas, estações de telecomunicação em morros, bombeamento d’água em locais sem energia, na sinalização de estradas, em barcos e em um sem número de aplicações onde o consumo de energia é baixo e torna-se difícil levar uma rede elétrica da concessionária.

De que é composto o gerador solar?

É composto basicamente por um ou mais módulos de células fotovoltaicas que geram eletricidade em corrente contínua, 12 Volts (como a eletricidade do automóvel) e que carregam uma ou mais baterias.
Um controlador de carga é utilizado para evitar a carga excessiva da bateria em períodos de muita insolação ou sua descarga completa em períodos nublados.
Caso você queira eletricidade em corrente alternada 120 Volts (como a eletricidade doméstica) tem que adquirir também um inversor que faz a transformação (ver desenho abaixo).

Posso instalar os módulos fotovoltaicos no telhado ou terraço de minha casa?

Pode.
O importante é que não existam sombras nos módulos fotovoltaicos durante todo o dia e que eles fiquem virados para o norte verdadeiro e inclinados em relação a horizontal no mínimo 15 graus (colocar um ângulo igual à latitude do local dependendo do clima da região).
Também não podem ficar muito distantes das baterias para evitar muitas perdas elétricas.

 Posso instalar um gerador se eu já tenho eletricidade da concessionária de energia?

Pode, mas você tem que separar os circuitos.
Selecione um circuito elétrico especifico para ser alimentado pelo gerador solar.
Recomenda-se que seja um circuito de iluminação com lâmpadas econômicas (LED) de alta eficiência e tomadas exclusivas para aparelhos eletrônicos para não se ter um consumo muito elevado.
Você pode também instalar uma chave elétrica comutadora que permite que este circuito seja alimentado pela rede da concessionária quando as baterias estiverem descarregadas.
Neste caso é essencial a aquisição do inversor, pois todos os aparelhos deverão ser de corrente alternada.

 Vale a pena instalar um gerador solar para economizar na conta mensal de energia da concessionária?

Se seu objetivo é somente economizar não vale a pena pois a redução que você obtém em sua conta de energia não compensa o custo financeiro do investimento realizado.

Para você reduzir 50 kWh/mês (ou cerca de R$30,00/mês conforme a tarifa) de sua conta você precisará investir cerca de R$15.000,00 (este cálculo deve ser refeito com as tarifas atualizadas).

Entretanto se seu objetivo é também contar com uma fonte geradora de energia renovável e limpa em sua casa você poderá instalar um sistema menor para atendimento a algumas cargas.

 

Quanto custa um sistema pequeno?

Um gerador pequeno pode custar menos de R$ 2.000,00, mas ele pode alimentar só umas 3 lâmpadas de 11 W durante 3 horas por dia.(atualizar preço)

À medida que você aumenta o número de lâmpadas e de aparelhos e o tempo que eles permanecem ligados diariamente o custo vai subindo quase proporcionalmente.

Se você quiser alimentar cargas de alto consumo como refrigerador, ventilador, televisores grandes o custo sobe muito.

Não tente alimentar chuveiro elétrico, ar condicionado e outras cargas de altíssimo consumo pois os custos ficam extremamente elevados, para essa finalidade existe os sistemas de aquecimento solar para água. (Fototermico- tubos de vidro a vácuo ou as já conhecidas placas solares para aquecimento). 

https://www.pier99.com.br/b/Aquecedor

Que dados eu preciso levantar para saber qual gerador é mais adequado para mim?

Você precisa relacionar todos os aparelhos que você quer alimentar com o gerador solar.

De cada um deles você precisa saber sua potência em Watt e quantas horas ele ficará ligado em média por dia.

Multiplicando a potência em Watt pelo número de horas você encontrará o consumo em Watthora/dia de cada um.

Some todos estes consumos e terá o consumo total.

Já tenho energia convencional, mas quero instalar um gerador solar sem baterias e conectado diretamente à rede elétrica da concessionária de energia. Posso?

Os geradores solares conectados diretamente a rede elétrica são muito comuns em diversos países. (Sistemas Ongrid ou Gridtie)

Resolução Normativa 482 da ANEEL - ou simplesmente Resolução 482 ANEEL – estabeleceu as condições gerais para a conexão à rede da microgeração (potência instalada menor que 100kWp) e minigeração (potência instalada entre 100kWp e 1MWp) distribuída no Brasil e criou o Sistema de Compensação de Energia. Este permite que sistemas fotovoltaicos – e outras formas de geração de energia a partir de fontes renováveis com até 1MW de potência instalados em residências e empresas – se conectem a rede elétrica de forma simplificada, atendendo o consumo local e injetando o excedente na rede, gerando créditos de energia. Desta forma, é possível praticamente zerar a conta de luz com o uso da energia solar, pagando apenas o custo de disponibilidade da rede.

Quando um sistema fotovoltaico estiver gerando eletricidade, esta será consumida no local. Caso a geração seja maior que o consumo, o excedente é injetado na rede elétrica, gerando créditos de energia. Quando a geração for menor do que o consumo, será utilizada a energia da própria rede elétrica. Os créditos de energia possuem o mesmo valor da eletricidade da rede e podem ser utilizados para abater o consumo, diminuindo assim o valor da conta de energia.

Ao final do mês, é realizado o balanço de quanto foi injetado e quanto foi consumido. Caso em um mês a geração tenha sido maior que o consumo, os créditos de energia podem ser utilizados nos meses seguintes com validade de 36 meses. Esses créditos também podem ser utilizados para compensar o consumo de outras unidades previamente cadastradas para este fim e atendidas pela mesma distribuidora – cujo titular tenha o mesmo CPF ou CNPJ da unidade com sistema fotovoltaico.

Ainda de acordo com a Resolução 482, o consumidor deverá pagar à distribuidora de energia o custo de disponibilidade da rede, como pode ser visto abaixo:
  


https://www.pier99.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostaria de sua opinião sobre nossas postagens